05-09/JUN 2024
Complexo do Pacaembu, São Paulo - SP

Setor Arte em Campo

Com curadoria de Catarina Duncan e intitulado Na Rua, no Meio do Redemoinho, o Setor Arte em Campo reuniu aproximadamente 30 obras de 13 galerias participantes da feira com diferentes tamanhos e suportes, incluindo esculturas, instalações, fotografias e bandeiras, dispostas na fachada do Complexo Pacaembu, na rotatória e na lateral da Praça Charles Miller. O título, inspirado em um trecho de Grande Sertão: Veredas de Guimarães Rosa, evoca a ideia de movimento, transição e transformação.

Artistas // Galerias

Ana Dias Batista e Mabe Bethonico // Galeria Marilia Razuk
Daisy Xavier e Bené Fonteles // Galeria Karla Osorio
João Castilho e Rizza // Zipper Galeria
João Loureiro // Galeria Ybakatu
João Trevisan // Galeria Raquel Arnaud
José Spaniol // Dan Galeria
Kishio Suga // Mendes Wood DM
Marcelo Cidade // Galleria Continua e Les Moulins
Mariana de Matos e Lucas Dupin // Galeria Lume
Paulo Otavio e Jaime Prades // Andrea Rehder Arte Contemporânea
Regina Silveira e Hugo França // Galeria Bolsa de Arte
Shai Andrade e PV Dias // Verve
Tadáskía e Maria Montero // Sé Galeria

Sobre a 1ª edição

Em sua 1ª edição, a ArPa teve curadoria de Ana Beatriz Almeida (Setor Uni), Carollina Lauriano (Programa Prisma), Catarina Duncan (Setor Arte em Campo)
e José Esparza Chong Cuy (Setor Satélite). A estreia da feira contou com cerca de 10 mil visitantes e reuniu 57 galerias do Brasil e internacionais com projetos inéditos concebidos para o evento. A Feira compartilhou também o Pavilhão com a MADE, a mais prestigiosa feira de design do país, estabelecida em 2012. A parceria possibilitou a ampliação e sinergia entre os públicos de arte e design.

Na busca de um olhar descentralizado e com intuito de reunir diferentes abordagens e perspectivas sobre arte contemporânea, a ArPa convidou quatro curadores responsáveis pelos diferentes setores e programas do evento. Os setores Principal, UNI e Satélite aconteceram no Pavilhão; o Arte em Campo, com entrada gratuita, localizou-se na Praça Charles Miller, visando incentivar a formação de público por meio de programas educativos e de comunicação; por fim, o programa Prisma foi criado como uma forma de expandir os limites da Feira e difundir o conhecimento em outros espaços e instituições da cidade por meio de visitas a exposições, ateliês de artistas, coleções particulares, entre outras.

GALERIAS PARTICIPANTES

Almeida & Dale Galeria de Arte
Andrea Rehder Arte Contemporânea
Bianca Boeckel Galeria
C Galeria
Casa Triângulo
Casanova
Central
Dan Galeria
Ed Cross Fine Art
Fasam Galeria de Artes
Fólio Galeria
Galeria Bolsa de Arte
Galeria Cavalo
Galeria Eduardo Fernandes
Galeria Inox
Galeria Karla Osorio
Galeria Kogan Amaro
Galeria Leme
Galeria Luisa Strina
Galeria Lume
Galeria MaPa
Galeria Marcelo Guarnieri
Galeria Marília Razuk
Galeria Millan
Galeria Murilo Castro
Galeria Periscópio
Galeria Raquel Arnaud
Galeria Superfície
Galeria Ybakatu
Galleria Continua
GDA
Gisela Projects
Gomide & Co
Gustavo Rebello Arte
HOA
Isla Flotante
Kubikgallery
Mendes Wood DM
Mor Charpentier
N.A.S.A.L.
OÁ Galeria
OMA Galeria
Petzel Gallery
Piero Atchugarry Gallery
Pinakotheke
Portas Vilaseca Galeria
Projeto Vênus
Quadra
RV Cultura e Arte
Rodrigo Ratton Galeria

Simões de Assis
SILVIA CINTRA + BOX4
Tegenboschvanvreden
Vermelho
VERVE Galeria
Zipper

Setor Arte em Campo

Com curadoria de Catarina Duncan e intitulado Na Rua, no Meio do Redemoinho, o Setor Arte em Campo reuniu aproximadamente 30 obras de 13 galerias participantes da feira com diferentes tamanhos e suportes, incluindo esculturas, instalações, fotografias e bandeiras, dispostas na fachada do Complexo Pacaembu, na rotatória e na lateral da Praça Charles Miller. O título, inspirado em um trecho de Grande Sertão: Veredas de Guimarães Rosa, evoca a ideia de movimento, transição e transformação.

Artistas // Galerias

Ana Dias Batista e Mabe Bethonico // Galeria Marilia Razuk
Daisy Xavier e Bené Fonteles // Galeria Karla Osorio
João Castilho e Rizza // Zipper Galeria
João Loureiro // Galeria Ybakatu
João Trevisan // Galeria Raquel Arnaud
José Spaniol // Dan Galeria
Kishio Suga // Mendes Wood DM
Marcelo Cidade // Galleria Continua e Les Moulins
Mariana de Matos e Lucas Dupin // Galeria Lume
Paulo Otavio e Jaime Prades // Andrea Rehder Arte Contemporânea
Regina Silveira e Hugo França // Galeria Bolsa de Arte
Shai Andrade e PV Dias // Verve
Tadáskía e Maria Montero // Sé Galeria

Setor Principal

O Setor Principal reuniu muitas das mais relevantes galerias de arte do país, convidadas a pensarem projetos especiais para a ocasião. No contexto da primeira edição da Feira em 2022, a equipe ArPa priorizou a experiência contemplativa, criando uma atmosfera mais íntima com o público visitante – que reuniu artistas, curadores, galeristas, colecionadores e apreciadores de arte. Optou-se, assim, por dois tamanhos de espaços expositivos no setor, nos quais as galerias poderiam expor até três artistas de seu programa.

 

Galerias participantes [2022]:

Almeida & Dale Galeria de Arte (São Paulo – SP)

Galeria Raquel Arnaud
(São Paulo – SP)

Galeria Bolsa de Arte
(São Paulo – SP, Porto Alegre -RS)

Casa Triângulo
(São Paulo – SP)

Casanova
(São Paulo – SP)

Galeria Cavalo
(Rio de 
Janeiro – RJ)

Central
(São Paulo – SP)

Galeria Silvia Cintra + Box4
(Rio de Janeiro – RJ)

Galleria Continua
(San
Gimignano e Roma, Itália; Beijing, China; Paris e Les Moulins, França; Habana, Cuba; São Paulo, Brasil);

DAN Galeria
(São Paulo – SP)

Galeria Eduardo Fernandes
(São Paulo – SP)

Fólio Galeria
(São Paulo – SP)

Gomide & Co
(São Paulo – SP)

Galeria Marcelo Guarnieri
(São Paulo e Ribeirão Preto – SP)

HOA
(São Paulo – SP)

Kubikgallery
(Porto – Portugal)

Paulo Kuczynski Escritório de Arte
(São Paulo – SP)

Galeria Lume
(São Paulo – SP)

Mendes Wood DM
(São Paulo, Brasil; Bruxelas, Bélgica;  Nova York, EUA)

Galeria MaPa
(São Paulo – SP)

Galeria Millan
(São Paulo – SP)

OÁ Galeria
(Vitória – ES)

OMA Galeria
(São Paulo e São Bernardo do Campo – SP)

Galeria Karla Osorio
(Brasília – DF)

Galeria Periscópio
(Bel
o Horizonte – BH)

Pinakotheke
(São Paulo – SP)

Portas Vilaseca Galeria
(Rio de Janeiro – RJ)

Projeto Vênus
(São Paulo – SP)

Gustavo Rebello Arte
(Rio de Janeiro – RJ)

Andrea Rehder Arte Contemporânea
(São Paulo – SP)

Galeria Marília Razuk
(São Paulo – SP)

Simões de Assis
(São Paulo – SP; Curitiba – PR)

Galeria Superfície
(São Paulo – SP)

Vermelho
(São Paulo – SP)

VERVE
(São Paulo – SP)

Galeria Ybakatu
(Curitiba – PR)

Setor UNI

O Setor UNI, dedicado a apresentar exposições individuais de artistas contemporâneos, alinha sua seleção com a linha curatorial de cada edição da ArPa. Em 2022, sob a curadoria de Ana Beatriz Almeida e em consonância com a proposta da primeira edição da Feira – que buscava olhares descentralizados e a reunião de diferentes abordagens artísticas –, o setor convidou 11 galerias emergentes a exibir trabalhos de artistas que, nas palavras da curadora, “nos ajudam a repensar o mundo”. A seleção reflete a necessidade de novas perspectivas após a pandemia, que evidenciou a fragilidade das estruturas existentes e a importância da construção de novas coleções.

Galerias participantes

Bianca Boeckel Galeria (São Paulo – SP)
C Galeria (Rio de Janeiro – RJ)
Ed Cross Fine Art (Londres – Reino Unido)
Fasam Galeria de Artes (São Paulo – SP)
Gisela Projects (Nova York – EUA)
Galeria Kogan Amaro (São Paulo – SP)
Isla Flotante (Buenos Aires – Argentina)
Marli Matsumoto Arte Contemporânea (São Paulo – SP)
Galeria Periscópio (Belo Horizonte – BH, São Paulo – SP)
Quadra (Rio de Janeiro – RJ, São Paulo – SP)
RV Cultura e Arte (Salvador – BA)

Curadoria 2022: 

Ana Beatriz Almeida (Niterói, reside entre Londres, Salvador e São Paulo): mestra em História e Estética da Arte pelo MAC/USP. Seu campo de pesquisa são os artistas africanos e a diáspora africana. Atualmente, é consultora curatorial do MAC de Niterói e observadora estrangeira na restituição de artefactos beninenses. Também é curadora e cofundadora da instituição sem fins lucrativos, 01.01 Art Platform.

Setor Satélite

O Setor Satélite, dedicado à exibição de videoarte contemporânea, apresenta uma seleção de obras em um telão estrategicamente posicionado sobre a entrada do Pavilhão Pacaembu. Em 2022, a primeira edição da ArPa exibiu nove filmes provenientes de renomadas galerias internacionais, sob a curadoria de José Esparza Chong Cuy. A seleção buscou aproximar o público da produção contemporânea de videoarte, explorando, nas palavras do curador, “contos de lugar e de deslocamento”.

Artistas e galerias participantes

Alia Farid, ‘At the Time of the Ebb’, 2016
Imane Farès (Paris)

Basel Abbas and Ruanne Abou-Rahme, ‘And Yet My Mask Is Powerful (Pt.1)’, 2016-2018
Proyectos Ultravioleta (Cidade da Guatemala)

Charles Atlas, ‘Mrs. Peanut Visits New York’, 1999
Luhring Augustine (Nova Iorque)

Diane Severin Nguyen, ‘IF REVOLUTION IS A SICKNESS’, 2021
Bureau (Nova Iorque)

Iván Argote, ‘Paseo’, 2022
Albarrán Bourdais (Madri)

Minerva Cuevas, ‘disidencia v.2.0’, 2008-2010
kurimanzutto (Cidade do México)

Pilvi Takala, ‘Real Snow White’, 2009
Carlos/Ishikawa (Londres)

Stephanie Comilang, ‘Women Who Weep’, 2019
ChertLüdde (Berlim)

Tuan Andrew Nguyen, ‘The Boat People’, 2020
James Cohan (Nova Iorque)